Notícias  
Inesquecível Presidente
 

O empresário nasceu em 1913, no interior de Portugal, e veio ao Brasil em 1929. Ele abriu uma doçaria em 1948, a que deu o nome de Pão de Açúcar. No local da doçaria se encontra hoje a sede da Companhia Brasileira de Distribuição -nome oficial do grupo empresarial-, o Grupo Pão de Açúcar. Valentim Diniz presidiu a empresa até 1995, quando deixou o posto para Abílio, e desde 2003 ocupava o cargo de presidente honorário do Conselho de Administração da empresa. Faleceu em 16 de março de 2008.

A família Diniz, fundadora e proprietária do grupo Pão de Açúcar, é um dos maiores grupos empresariais brasileiros, se destaca pela presença de seus membros não apenas no meio econômico, mas também em eventos esportivos e colunas sociais. A história brasileira da família começa em 25 de novembro de 1929, quando Valentim dos Santos Diniz, um imigrante nascido em 1913 na aldeia de Pomares do Jarmelo, subdistrito da Guarda, em Portugal, desembarcou no porto de Santos. Durante a viagem, se impressionou com a beleza do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro. Em São Paulo, depois de trabalhar como caixeiro no armazém Real Barateiro, casou-se com Floripes Pires, em 1936, e comprou uma pequena mercearia.

Em 1937, tornou-se sócio do Real Barateiro, que transformou na Padaria Nice, uma das maiores da cidade. A partir de 1941, foi seu único proprietário. Em 7 de setembro de 1948, inaugurou a Doceira Pão de Açúcar. Logo na primeira quinzena de existência, esta organizou um banquete para 350 pessoas, sob encomenda do então governador de São Paulo, Adhemar de Barros. Em 14 de abril de 1959, inaugurou o primeiro supermercado Pão de Açúcar, na Avenida Brigadeiro Luís Antônio, ao lado da sede da doceira, dando origem ao grupo Pão de Açúcar.

O grupo cresceu muito através de aquisições de outros supermercados, e da introdução de novidades no Brasil, como hipermercados e lojas de conveniência. Sob a direção de Valentim, tornou-se o maior grupo supermercadista brasileiro de capital nacional. Após resolver conflitos sucessórios, Valentim afastou-se do dia-a-dia do grupo em 1995, tornando-se presidente do Conselho de Administração, e passando o controle da empresa para o filho mais velho, Abílio. O casal Diniz teve seis filhos: três homens, Abílio, Alcides e Arnaldo, e três filhas: Vera Lúcia, Sônia Maria e Lucília.

Para o Conselho, “Valentim Diniz é a prova exata de que há homens que vieram ao mundo para servir, com dignidade e inteireza, aos ideais de fraternidade, de civismo, de bondade cristã, a tudo aquilo, enfim, que destaca na paisagem humana os sentimentos de confiança, de compreensão, de amor, de sentimento altruístico. Faz parte dessa plêiade de homens que nasceram para deixar as suas impressões digitais vincadas no mundo à sua volta. São homens predestinados a fazer coisas grandes por onde passam”.

 
« Voltar