Notícias  
5 de maio, Dia da Língua Portuguesa
 

O 5 de maio será celebrado com três dias de educação e cultura na Estação da Luz, em São Paulo. A programação cultural, gratuita e aberta ao público, de 3 a 5 de maio, parte da pergunta “Qual é a sua língua portuguesa?” para percorrer a riqueza de sotaques e influências deste idioma: elo que ao mesmo tempo une e torna singulares os 9 países onde a língua portuguesa é falada. A iniciativa, realizada pela primeira vez em 2017, vai reunir shows de música, apresentação de ‘slam’ (poesia falada), exposições, contação de histórias e oficinas, que unem tecnologia e múltiplas linguagens artísticas.

Sob os temas “Escritoras contam a história da língua portuguesa”, “A palavra como imagem”, “Poesia falada” e “O som das palavras”, a programação inclui, por exemplo, um show da cantora e percussionista moçambicana Lenna Bahule e uma performance da dupla de artistas audiovisuais VJ Suave, em que triciclos adaptados serão utilizados para projeções nas paredes da estação. Já a atriz Andi Rubinstein vai contar histórias de mulheres escritoras de Moçambique, do Brasil e Portugal. Nessa mistura, o sarau de slammers, com curadoria da artista Roberta Estrela D’Alva, traz os sotaques das periferias, enquanto o show do grupo de rappers indígenas Bro MC’s une português e guarani.

Precisamente no dia 5 de maio de 2018, as Missões dos Estados-membros da CPLP junto à Organização das Nações Unidas (ONU) em Nova Iorque, organizam um evento comemorativo do “ Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP”. A secretária Executiva da CPLP, Maria do Carmo Silveira, e o secretário Geral da ONU, António Guterres, vão estar presentes nesta cerimônia que decorre nos jardins da ONU.

Assim, são promovidos encontros com escritores, conferências, apresentação de peças de teatro, transmissão de filmes e recitação de poesia, entre outros. No Brasil, o idioma português também é celebrado durante o Dia Nacional da Língua Portuguesa, em 5 de novembro. Esta data foi instituída no país através do decreto de lei nº 11.310/2006.

A Língua Portuguesa é a quinta língua mais falada do mundo, com mais de 260 milhões de falantes em todos os continentes. O Museu da Língua Portuguesa é uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, concebido e realizado em parceria com a Fundação Roberto Marinho. Tem como patrocinador máster a EDP, patrocinadores Grupo Globo, Grupo Itaú e Sabesp e apoio do Governo Federal, por meio da Lei Federal de Incentivo à cultura. O IDBrasil é a organização social responsável pela gestão do Museu.

E para homenagear esta data, nosso Conselho escolheu um poema de Olavo Brás Martins dos Guimarães Bilac (1865 – 1918) que foi jornalista, contista, cronista e poeta brasileiro do período literário parnasiano, natural do Rio de Janeiro e membro fundador da Academia Brasileira de Letras. Criou a cadeira 15 da instituição, cujo patrono é Gonçalves Dias.

Língua Portuguesa

“Última flor do Lácio, inculta e bela,
És, a um tempo, esplendor e sepultura:
Ouro nativo, que na ganga impura
A bruta mina entre os cascalhos vela
Amo-se assim, desconhecida e obscura
Tuba de algo clangor, lira singela,
Que tens o trom e o silvo da procela,
E o arrolo da saudade e da ternura!
Amo o teu viço agreste e o teu aroma
De virgens selvas e de oceano largo!
Amo-te, ó rude e doloroso idioma,
Em que da voz materna ouvi: "meu filho!",
E em que Camões chorou, no exílio amargo,
O gênio sem ventura e o amor sem brilho!”
(Olavo Bilac)

Fontes: CPLP e Museu da Língua Portuguesa

 
« Voltar