Notícias  
Instituto Camões quer levar a língua portuguesa para a Ibero-América
 

Revelou Ramos que atualmente são 21 os países onde se ensina este idioma em escolas -o que representa mais de 200.000 alunos-, mas que em 2017 eram só 15, pelo que em quatro ou cinco anos pode-se chegar aos 30.

Nesta expansão inclui-se a estreita cooperação com Espanha, nutrida com a recente assinatura de um novo acordo assinado com o Governo regional de Castela e Leão (centro) no marco da 30ª luso-espanhola, realizada em 21 de novembro, na cidade de Valladolid.

Além disso, o Camões acaba de fechar, junto com as autoridades brasileiras, um acordo em Nova Iorque para que se ensine português na escola das Nações Unidas e mantém acordos na América com a Argentina, Uruguai, Venezuela, Canadá e Estados Unidos.

Simultaneamente, avança em negociações com vários países latino-americanos para ampliar a sua presença na região, especialmente no Brasil, o gigante sul-americano, com mais de 200 milhões de habitantes. “A colaboração com o Brasil irá permitir o desenvolvimento de projetos conjuntos ou nacionais para o avanço do português noutras regiões”, aponta Ramos.

Fonte: Instituto Camões

 
« Voltar