Notícias  
Turismo fortalece relação entre Brasil e Portugal
 

O presidente da Embratur explicou que o setor de turismo português investe 60 milhões de euros na promoção do país nacionalmente e internacionalmente. O investimento garante o retorno de 24 milhões de turistas internacionais ao país. “São número superlativos a demonstram uma política pública do setor de turismo bem planejada. Boa parte desse montante de investimentos vem da arrecadação com cassinos, por exemplo. Temos que alterar a legislação no Brasil para garantir competitividade ao nosso país. Somente assim poderemos competir em pé de igualdade”.

O embaixador relatou que cerca de 110 mil brasileiros vivem em Portugal. Ele apresentou o cenário da imagem do país no local e colocou o Setor Comercial e de Turismo da Embaixada à disposição da Embratur para ajudar na divulgação.

Durante sua missão em Portugal, que visa atrair mais turistas daquele país para o Brasil, o presidente da Embratur se reuniu com o fundador e presidente do Conselho de Administração da EuroAtlantic Airways, Tomaz Metello, na sede da empresa em Lisboa. O assunto debatido foi o aumento da conectividade aérea entre as duas nações.

De acordo com o presidente da Embratur, o representante português demonstrou bastante interesse em voltar a voar para o Brasil. Metello informou que a companhia aérea chegou a operar Lisboa-Maceió. Segundo ele, “o Brasil precisa de desburocratizar para melhor atrair empresas internacionais e, consequentemente, atrair mais visitantes e recursos para o país”. “É importante que sejam estabelecidas parcerias com outras companhias aéreas. A TAP, por exemplo, utiliza aeronaves da EuroAtlantic Airways para operar Lisboa-Caracas duas vezes por semana”, informou Metello.

Durante sua viagem institucional a Portugal, Gilson Machado Neto foi entrevistado por uma série de veículos da imprensa portuguesa. Na oportunidade, apresentou os planos do Instituto para aumentar o fluxo de turistas portugueses em território brasileiro.

“Importante ressaltar para a imprensa internacional, as mudanças que estão acontecendo no Brasil, principalmente no setor de turismo. Agora o setor é prioridade e luta para estimular políticas positivas que vão desde a divulgação do nosso país até a melhoria da infraestrutura para o atendimento do turista”, destacou Gilson. Na ocasião, foi ressaltada a nova política da Embratur de estimular o ecoturismo no Brasil. Somos o país que mais preserva, com 60% do território intacto, e, não tenho dúvidas, somos a melhor opção para o turista europeu que busca o ecoturismo”, afirmou.

O presidente da Embratur aproveitou para ressaltar destinos tradicionais da comunidade portuguesa no Brasil: Rio de Janeiro, São Paulo e o Nordeste.

Os veículos atendidos pela Embratur, em Lisboa, foram: Vida Econômica, Revista Ambitur, Publiqueis e Jornal Econômico.

Fonte: Embratur

 
« Voltar