Notícias  
Dia Mundial da Língua Portuguesa é aprovado pela UNESCO
 

Dia Mundial da Língua Portuguesa vai ser comemorado anualmente em cinco de Maio, como já acontece na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, e o professor doutor António Sampaio da Nóvoa, reitor honorário da Universidade de Lisboa e representante de Portugal na Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) aponta o “momento muito importante” para a língua de Camões.

“É a primeira vez que a UNESCO toma uma decisão destas em relação a uma língua que não é uma das línguas oficiais da UNESCO. Por unanimidade, as pessoas reverem-se na ideia de que é importante um dia mundial da língua portuguesa é muito importante”, disse Nóvoa à imprensa.

Na proposta apresentada ao conselho executivo, os países lusófonos argumentaram que a língua portuguesa é a mais falada do hemisfério Sul e que foi também a língua da primeira vaga de globalização, deixando palavras e marcas noutras línguas no mundo.

“Entra nos calendários internacionais, o que quer dizer que ganha uma projeção do ponto de vista internacional, podendo ter consequências nos mais diversos planos”, sublinhou Nóvoa, que espera até ao final do ano avançar com propostas na UNESCO sobre o ensino e formação de professores de português na África.

“No Instituto Camões já apoiamos a celebração do Dia da Língua Portuguesa, mas este reconhecimento vai nos ajudar a dar mais força às celebrações e o próximo ano será de comemoração renovada e ainda mais forte porque vai despertar consciências”, afirmou Luís Faro Ramos, presidente da Camões I.P. que assistiu a aprovação do dia mundial na sede da UNESCO, em Paris.

Muito mais do que apenas uma língua oficial, a Língua Portuguesa é uma das línguas mais faladas do mundo e deverá continuar a crescer e com uma expressão cada vez mais forte na internet, nas organizações internacionais, no mundo dos negócios e artístico e em muitos outros domínios. Esta proposta, submetida ao Conselho Executivo pelos nove países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa, contou com o copatrocínio de mais 24 países de todos os continentes e regiões do mundo, e, agora, com o endosso dos 58 membros do Conselho Executivo. A deliberação final cabe ao órgão mais representativo da UNESCO, a Conferência Geral, que congrega os 193 Estados-membros, na sua 40º sessão, que se realizará de 12 a 27 de novembro próximo. A proclamação de dias internacionais é da competência da Assembleia Geral das Nações Unidas e, nas suas áreas de competência, das agências especializadas das Nações Unidas, como a UNESCO, nestes casos designando-se dias mundiais. O Dia Mundial da Língua Portuguesa, assim que oficialmente estabelecido, será integrado no calendário dos dias celebrados pela UNESCO e pelas Nações Unidas.

Fontes: Instituto Camões e Portugal Digital

 
« Voltar