Opinião  
 

O relacionamento Brasil x Portugal transcende a grandeza histórica entre os dois países. Há benefícios em comum, acerca da exploração do capital político das partes na criação dos fluxos de comércio e de investimentos para a formação de novas coparticipações na área científica, tecnológica, educacional e cultural.

Os encontros desses dois países resultam em compromissos de alto nível, cada vez mais progressivos, o que vem salientar a importância do relacionamento entre as duas nações.

Portugal é dos destinos mais procurados por brasileiros para fixar residência e para investimentos, haja vista ser a porta de entrada para o Mercado Comum Europeu, além de possuir uma atividade turística expansiva, muitos estudantes descobriram o caminho das Universidades portuguesas para conclusão de cursos de pós graduação.

De acordo com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) houve no ano de 2019, um crescimento de 43% no número de imigrantes brasileiros, onde a comunidade brasileira apresenta um número de mais de 150 mil pessoas residente no País, inclusive, considerada uma das maiores coletividades do mundo.

Já em sentido oposto, registros da imigração portuguesa ocorrem no Século XVIII, tornando-se mais constante a partir do Séc. XIX, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A comunidade portuguesa residente no Brasil chega a 100 mil imigrantes. Já foi um número muito maior em outros tempos, todavia, dado ao envelhecimento da população lusa e, também, ao fato de terem se espalhado ao redor do mundo.

Contudo, a história nos deixou um legado de aliança entre os dois povos muito grande. Afinal, Brasil foi colonizado por portugueses, e apesar de nossa independência os laços de amizade entre os países não se desfizeram, muito pelo contrário.

Importante salientar que não poucos portugueses têm famílias no Brasil e, grande é a quantidade de brasileiro com sangue português correndo nas veias. O que ambos os países têm para somar em vários setores da economia,educação, ciência, cultura e tecnologia só faz agregar para maior crescimento e entendimento bilateral entre ambos os povos.

Confúcio já dizia que “A essência do conhecimento consiste em aplicá-lo, uma vez possuído.” Assim, talvez falte conhecer um pouco mais de cada país, para que os laços de amizade sejam tão fortes a ponto de não se desfazerem facilmente, papel bem empenhado pelo Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo.

 

Dr. Roberto Folgueral, Contador e Perito Judicial

 
 
 
PERFIL
 

*Contador, Bacharel em Ciências Contábeis, CRC ISP 121.845/O-4
*Pós, nível doutorado, POLI/USP, minas e petróleo, recuperação de áreas degradadas;
*Pós, nível mestrado, PUC/SP, contabilidade, custos padrão;
*Pós, nível especialização, FAAP, Análise de Sistema;
*Graduação em Administração de Empresas. EAESP/FGV;
*Perito Judicial, devidamente inscrito no TJSP e no CAD. NAC. PERITO CONTABIL CFC 5.292
*Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais, UNIBAN
* Vice-Presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo;
*Mais de 40 anos de experiência em Gestão Empresarial, financeira e desenvolvimento de novos negócios, atuando em empresas dos mais variados segmentos, públicos e privados;
*Secretário dos negócios do turismo do Governo do Estado de São Paulo, 2005/2007;
*Diretor de fomento à indústria, Diretor de fomento ao comércio e serviços, da Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo, 2002/2005;
*Diretor financeiro e Administrativo de empresas nacionais e transnacionais

ATIVIDADES ACADÊMICAS
*Docente de cursos de Pós 2006 até a presente data
*Coordenador do curso de Ciências Contábeis - TREVISAN, 2004/2005;
*Coordenador do curso de Auditoria - Fac. Tancredo Neves, 2003/2004;
*Docente e Coordenador do curso de gestão e finanças públicas, UNIBAN, 2001/2004;
*Docente, Titular de Finanças das Empresas, da Fac. de Ciências Contábeis, das FMU, 1982/2001;
*Palestrante do CRC/SP, do programa de desenvolvimento profissional, 2010/2012

 
« Voltar